Para um tempo de guerra

Iconografias da paz e da militância pela arte e a cultura sobressaem em panorama da obra de Regina Vater

Paula Alzugaray

N° Edição: 41

Publicado em: 14/01/2019

Categoria: Sem categoria

Para Um Tempo de Guerra (1987), de Regina Vater (Fotos: Gui Gomes/ Cortesia Galeria Jaqueline Martins)

Os clichês do masculino e do feminino em colagem fotográfica da série Art (1978), de Regina Vater

A instalação Para Um Tempo de Guerra (1987) foi concebida por Regina Vater quando vivia nos Estados Unidos, sob a cultura bélica do governo Ronald Reagan. Trata-se de uma mandala feita de pães e pedras, inscrevendo no solo um discurso pela paz, que sempre orientou o trabalho da artista em seus 50 anos de carreira. A remontagem dessa obra na primeira individual de Regina Vater na Galeria Jaqueline Martins é considerada pela artista como um statement para o presente momento de polarização da política e da sociedade brasileira. Sobre os pães e as pedras, ela esclarece: “É sobre aqueles que batem e aqueles que alimentam”. 

A exposição ocupa os três andares da galeria e apresenta cerca de 50 obras, entre fotografias, vídeos e instalações, o que acaba por configurar uma retrospectiva. Abrange desde os desenhos da série Nouvelle Figuration, dos anos 1960, em que a representação abstrata de órgãos sexuais e reprodutivos da mulher dava o tom feminista e ativista da então jovem artista, até símbolos da paz e de uma combatividade ritualística em favor da arte, que permeiam todo o seu percurso. A série Art (1978) inclui vídeos e fotoperformances em que a artista inscreve a palavra em várias instâncias da vida cotidiana: na mesa do almoço, na areia da praia, na bandeira branca ou no próprio corpo, como no autorretrato Assalto, em que veste a carapuça da guerrilheira cultural.  

Integra também a exposição a escultura performática Mulher Mutante (1969-2017), resgatada na individual da artista no MAC Niterói, em 2017. A obra, pioneira no discurso de performatividade de gênero, ganha agora uma edição limitada de três múltiplos. 

  • Vista da exposição de Regina Vater na Galeria Jaqueline Martins (Fotos: Gui Gomes/ Cortesia Galeria Jaqueline Martins)
  • Vista da exposição de Regina Vater na Galeria Jaqueline Martins (Fotos: Gui Gomes/ Cortesia Galeria Jaqueline Martins)
  • Vista da exposição de Regina Vater na Galeria Jaqueline Martins (Fotos: Gui Gomes/ Cortesia Galeria Jaqueline Martins)
  • Vista da exposição de Regina Vater na Galeria Jaqueline Martins (Fotos: Gui Gomes/ Cortesia Galeria Jaqueline Martins)
  • Vista da exposição de Regina Vater na Galeria Jaqueline Martins (Fotos: Gui Gomes/ Cortesia Galeria Jaqueline Martins)

Serviço
Regina Vater
Até 24/1/19
Galeria Jaqueline Martins
Rua Dr. Cesário Mota Junior, 433 – São Paulo
galeriajaquelinemartins.com.br

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.