Patrimônio milionário

Obras de arte, mobiliário e peças de antiguidade do ex-presidente do Banco Santos, Edemar Cid Ferreira, vão a leilão em São Paulo

Felipe Stoffa

Publicado em: 10/11/2016

Categoria: Da Hora, Destaque, Mercado de Arte

Pintura de Tomie Ohtake (Foto: Divulgação)

Condenado em 2006 por crimes contra o sistema, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, o banqueiro e ex-presidente do Banco Santos, Edemar Cid Ferreira, deixou em sua monumental residência, em São Paulo, um acervo de dar inveja a qualquer museu. Desde 2011, sua antiga casa permanece fechada e parte de suas obras foram distribuídas para instituições públicas como o Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo.

Agora, a coleção de arte da massa falida do antigo banco será leiloada em duas etapas pela casa de leilão Aloisio Cravo. A primeira ocorre em 22/11, no Hotel Unique, em São Paulo. São cerca de 214 lotes com lances iniciais a partir de 2 mil reais, chegando até milhões. O conjunto de peças reúne obras de antiguidade, arqueologia, arte moderna e contemporânea. Vale destaque para a instalação Tríade Trindade de Tunga, avaliada em 400 mil reais, enquanto que Flor de Chão, escultura em madeira de Frans Krajcberg, um dos artistas da 32ª Bienal de São Paulo, já recebeu lances de 320 mil reais.

Entre os volumosos lotes, figuram também obras de Tomie Ohtake, Victor Brecheret, Aldo Bonadei, Amilcar de Castro, Daniel Senise, Iberê Camargo, Jorge Guinle, Nelson Leiner, Oscar Niemeyer e Rubens Gerchman. Até 21/11, o público pode saciar a curiosidade e conferir algumas peças em exposição no Clé Reserva Contemporânea, em Barueri.

No segundo momento do leilão, 505 lotes entram em pregão online, marcado para 29/11. São apresentados conjuntos de mapas, fotografias, livros e manuscritos raros.

  • Pintura de Guto Lacaz, avaliada em 40 mil reais (Foto: Reprodução)
  • Fotografia de Marilyn Monroe clicada por Bert Stern, avaliada em 23 mil reais (Foto: Reprodução)
  • Pintura de Alex Flemming tem lance inicial de 35 mil reais (Foto: Reprodução)
  • Escultura de Bruno Giorgi, avaliada em 90 mil reais (Foto: Reprodução)
  • Escultura de Maria Martins, avaliada em 500 mil reais (Foto: Reprodução)
  • Fotografia de Man Ray, avaliada em 6 mil reais (Foto: Reprodução)
  • Escultura de Amilcar de Castro, avaliada em 230 mil reais (Foto: Reprodução)
  • Pintura de Tomie Ohtake, avaliada em 125 mil reais (Foto: Divulgação)
  • Pintura de Rubens Gerchman tem lance inicial de 35 mil reais (Foto: Divulgação)
  • Pintura de Iberê Camargo tem lance inicial de 75 mil reais (Foto: Divulgação)
  • Escultura de Frans Krajcberg, uma das obra em destaque, avaliada em 320 mil reais (Foto: Divulgação)
  • Pintura de Daniel Senise avaliada em 70 mil reais (Foto: Divulgação)
  • Triade Trindade, escultura de Tunga avaliada em 400 mil reais (Foto: Divulgação)
  • Trabalho de Nelson Leirner, avaliado em 25 mil reais (foto: Divulgação)

Tags: , , , , , ,

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.