Prêmio Marcantonio Vilaça anuncia curadores finalistas

Os três selecionados concorrem a um prêmio de R$ 25 mil, além de poder realizar seu projeto curatorial

Da redação
O Museu Brasileiro da Escultura (MuBE) acolherá a exposição do Prêmio Marcantonio Vilaça (Foto: Reprodução)

Os curadores Ana Avelar (Curitiba/PR), Douglas de Freitas (São Paulo/SP) e Josué Mattos (Criciúma/SC) são os finalistas do 6º Prêmio CNI SESI SENAI Marcantonio Vilaça para as Artes Plásticas. Os três juntam-se aos 20 artistas finalistas que foram divulgados em março e que participarão de uma exposição coletiva no Museu Brasileiro da Escultura (MuBE).

Na abertura da mostra, que acontece em agosto, serão anunciados os vencedores do Prêmio: cinco artistas e um curador. O curador vencedor, além de receber R$ 25 mil, fará acompanhamento dos artistas ganhadores, realizará o projeto curatorial premiado e apresentará essas obras em uma mostra itinerante que vai percorrer Rio de Janeiro, Fortaleza, Goiânia e Porto Alegre, a partir de dezembro de 2017.

O júri do Prêmio é integrado pelos críticos Cauê Alves (São Paulo/SP), Jailton Moreira (Porto Alegre/RS), Marcelo Campos (Rio de Janeiro/RJ), Moacir dos Anjos (Recife/PE), e pelos vencedores de edições anteriores: Divino Sobral, curador vencedor do 5º Prêmio Marcantonio Vilaça, e Lucia Laguna, artista vencedora da 2ª edição do Prêmio. Também participou da escolha o curador do Prêmio Marcus Lontra.

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.