Queermuseu deve acontecer no Parque Lage

Gaudêncio Fidelis e governo do Rio de Janeiro assinam documento oficializando interesse de todas as partes

Da redação

Publicado em: 27/10/2017

Categoria: Da Hora, Destaque, Notícias Quentes

Escola de Arte Visuais do Parque Lage (Foto: Reprodução)

O interesse de realizar a exposição Queermuseu: Cartografias da Diferença na Arte Brasileira na Escola de Artes Visuais do Parque Lage foi oficializado. O governo do Estado do Rio de Janeiro e Gaudêncio Fidelis, curador da mostra, assinaram documento MoU (memorandum of understanding), reconhecendo vontade de todas as partes na remontagem da exposição que encerrou antes do previsto no Santander Cultural de Porto Alegre. “Como a gente é uma escola de arte livre que discute esse tema há muito tempo, faz todo sentido a gente dar oportunidade das pessoas no Rio verem essa exposição”, diz Fabio Szwarcwald, diretor da EAV Parque Lage, à seLecT. Agora, resta o desafio de arrecadar verba. Nas próximas semanas deve ser lançado um modelo de financiamento coletivo para garantir que a montagem aconteça.

Tags: , , , , , , ,

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.