Retrato Popular no Sesc Belenzinho

Obras do acervo do Memorial da Cultura Cearense, como fotopinturas de Mestre Julio, fazem parte da mostra que abre no dia 5 de maio

Publicado em: 04/05/2016

Categoria: Agenda

Bacamarteira (Foto: Luiz Santos e Tonho Ceara)

Para celebrar o retrato, que serve tanto como um modo de preservação da história e da memória, como também da criação de uma realidade, o Sesc Belenzinho promove a exposição Retrato Popular, que abre no próximo dia 5 de maio e fica em cartaz até 31 de julho.

Sob curadoria de Rosely Nakagawa, Valeria Laena e Titus Riedl, a mostra reúne obras do acervo do Memorial da Cultura Cearense – Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, de Fortaleza (CE), e de colecionadores particulares, que reconstroem a história da fotografia popular, não só por meio de suas imagens, como também pelas câmeras e artifícios utilizados desde o início do século XX.

Na programação ainda estão previstas oficinas, projeções e a interação do público por meio de autorretratos (as chamadas selfies) com o uso de celulares com câmeras, atualizando o conceito de retrato popular. Para isso, foi especialmente criado um cenário que reproduz o ambiente de uma praça de uma pequena cidade do Nordeste.

Também serão promovidos encontros e workshops com a participação dos curadores e fotógrafos participantes da mostra.

Serviço
Sesc Belenzinho
Rua Padre Adelino, 1000, Belenzinho, São Paulo
De 6 de maio a 31 de julho
De terça-feira a sábado, das 10h às 21h; domingos e feriados, das 10h às 19h30
Tel.: (11) 2076 9700

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.