Rito cosmopolítico do Oficina no domingo na Av. Paulista

Manifestação terá cortejo por ruas e escadaria da Bela Vista e terminará onde defendem a criação do Parque do Bixiga

Márion Strecker
Imagem do cartaz da manifestação Rito Cosmopolítico pelo Parque do Bixiga, com ilustração de Walter Rego

No próximo domingo (5/8), haverá manifestação artística, teatral e musical, desde a Avenida Paulista até o Teatro Oficina em defesa da criação do Parque do Bixiga, em São Paulo. A concentração para o evento terá início às 13h, no vão livre do Masp (masp.org.br). O chamado Rito Cosmopolítico pelo Parque do Bixiga começará às 14h, com a aparição de uma atriz no papel de Lina Bo Bardi, a arquiteta do Masp e também do Teatro Oficina, o último realizado em parceria com Edson Elito. Dos quatro cantos da Avenida chegarão grupos carregando terras, entre eles indígenas guarani do Jaraguá. Um grande tecido azul, representando o rio Bexiga (que corre sob a Rua Maria Paula), será aberto.

O Rito Cosmopolítico incluirá um ato de “desvuduzação do Brasil”, que estaria “enfeitiçado”, segundo o que o diretor do Oficina, José Celso Martinez Corrêa, disse à seLecT. Às 15h, está prevista uma apresentação do bloco Tarado Ni Você. A cantora Célia Nascimento representará uma escrava liberta que, também segundo José Celso, teria sido dona de uma chácara, depois grilada, entre a Paulista e o bairro da Bela Vista, também conhecido como Bexiga ou Bixiga. Antes de ser tornar o bairro dos imigrantes italianos, havia no  local o Quilombo de Saracura.

Bexiga é o bairro onde fica o Teatro Oficina, que trava longa disputa contra o Grupo Silvio Santos, em função do terreno ao lado, para onde dá a enorme janela do teatro e onde há empreendimento imobiliário previsto. É nesse terreno que poderia ser criado o que José Celso chamada de Parque das Terras do Bixiga. Segundo o diretor, o teatro foi construído sobre uma antiga senzala.

Às 17h, os manifestantes devem dar início a um cortejo “invocando o phoder das terras libertas do Parque do Bixiga”, desde a Avenida Paulista, passando pela Rua Joaquim Eugênio de Lima, Rua dos Ingleses e descendo a escadaria do Bixiga até a Rua Treze de Maio, antes de seguir em direção ao Teatro Oficina, em cujas mediações deve se encerrar.

Outros grupos ou movimentos que se associaram à  manifestação são: Rede Novos Parques, Guaranis do Jaraguá, Movimento de Ciclistas, Casa 1 Y Povos LGBTQs, Movimento Salvar o TBC, Queixadas, Movimento pela transformação da antiga fábrica de Perus em Parque e Ocupação 9 de Julho. Abaixo, o texto original de divulgação do evento.

 

TARADOS PELO PARQUE DO BIXIGA
RITO COSMOPOLÍTICO 
pra chamar, imaginar, CRIAR
o Parque Das Terras Do Bixiga
no último chão de terra livre do centro de SamPÃ
#vemparquedobixigaVenham Todas, todos!
banhados pelas águas do Rio Do Bixiga
que corre da Paulista às terras sagradas do Bixiga
pulsante, submersoO Movimento pelo Parque Do Bixiga
feito de muita gente, desejo y corações em FESTA
CONVOCAM pra essa festa da tomada das nossas vidas nas mãos!
Y junto com elas, a cidade que queremos pra nós!Parque do Bixiga + Teatro Oficina Uzyna Uzona + Bloco Tarado Ni Você + Rede Novos Parques + Guaranis do Jaraguá + Movimento de Ciclistas + Casa 1 Y povos LGBTQs + Povos do circo, do teatro, da dança + Movimento Salvar o TBC + Queixadas – Movimento pela transformação da antiga fábrica de Perus em Parque + Ocupação 9 de Julho + multidão humana, transumana! mineral, vegetal, animal, todas as camadas
de vida
magnetizadas pro ATOSOMOS TODXS PARQUE DO BIXIGA
5 AGO DE 2018 – domingo –
13H CONCENTRAÇÃO
Planalto da Avenida Paulista
VÃO DO MASP!14H RITO cosmopolítico pelo Parque Do Bixiga
Encenação maniFESTA15H Tarado Ni VocêDE LINA À LINA
às 17H – descida em cortejo pro Bixiga
invocando o phoder das terras libertas
do Parque Do BixigaVem! Parque das Terras do Bixiga!“e assim
numa cidade entulhada e ofendida
pode, de repente, 
surgir uma lasca de luz,
um sopro de vento” 
LINA BO BARDI
Faremos uma magia das Terras pra fertilizar a terra do Parque!
traga um pouco da tua!
Y vem com o standart/camiseta/o que te representa!
(histórico de luta, imagens, etcetera)

 

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.