seLecTs

Agenda da Semana (13/9/18)

Falso Andy Warhol - Meret Oppenheim (s/d), de Vera Chaves Barcellos (Foto: Eduarda Cadore- Goethe, Arquivo da FVCB)

PORTO ALEGRE
O Poder da Multiplicação
Exposição coletiva, até 11/11, MARGS, Praça da Alfândega, s/n | margs.rs.gov.br
As técnicas de reprodução da arte, da gravura a ferramentas digitais, permeiam a exposição O Poder de Multiplicação, curada pelo alemão Gregor Jansen e produzida pelo Goethe-Institut Porto Alegre. A exposição apresenta mais de 80 trabalhos de 14 artistas contemporâneos do Rio Grande do Sul e da Alemanha, onde será montada em seguida. Entre os brasileiros estão Carlos Vergara, Regina Silveira e Vera Chaves Barcellos. Além da exposição, o projeto desenvolveu um videogame chamado Aura Remastered, desenvolvido por grupo de pesquisa da UFRGS, que será lançado em 16/10.

Vista da exposição Caixa-preta, (Foto: Nilton Santolin)

PORTO ALEGRE
Caixa-preta
Exposição coletiva, até 14/10, Fundação Iberê Camargo, Av. Padre Cacique, 2000 | iberecamargo.org.br
Com curadoria de Bernardo José de Souza, Eduardo Sterzi, Fernanda Brenner e Verônica Stigger, a exposição toma a caixa-preta de aviões como metáfora para pensar a relação entre arte e mundo. “Mesmo quando nenhum acidente acontece, a caixa-preta é uma espécie de secreto e inquietante companheiro de viagem, que sempre está lá, sem que os passageiros saibam muito bem onde, a registrar exatamente o não-acontecimento, mas já aí como entrevisão da possibilidade da catástrofe”, escreve o time curatorial. A exposição apresenta trabalhos que se relacionam com o momento político do Brasil e do mundo.

Profecias, de Randolpho Lamonier (Foto:) Divulgação

RIO DE JANEIRO
Arte Democracia Utopia – Quem Não Luta Tá Morto
Exposição coletiva, de 15/9 a maio de 2019, Museu de Arte do Rio, Praça Mauá, 5 | museudeartedorio.org.br
Com curadoria de Moacir dos Anjos, a coletiva exibe cerca de 60 trabalhos de artistas brasileiros que apresentam pensamentos utópicos, entre os quais estão Anna Maria Maiolino, Cildo Meireles e Dora Longo Bahia. Sete obras foram comissionadas para a exposição, como as de Graziela Kunsch, Traplev e Virginia de Medeiros (trabalho que nomeia a própria mostra). No dia da abertura, 15/9, acontece programação especial das 16h às 20h, com apresentações, shows e leituras de poesias.

Trabalho de Kari Cavén (Foto: Divulgação)

RIO DE JANEIRO
Like Thinking
Individual de Kari Cavén, até 17/11, Cavalo, Rua Sorocaba, 51 | galeriacavalo.com
O artista finlandês Kari Cavén ganha primeira individual no Brasil na galeria Cavalo. Cavén representou seu país três vezes na Bienal de Veneza e uma vez, em 1987, na Bienal de São Paulo. Agora exibe 15 trabalhos para o público carioca. Em suas obras, o artista molda e combina objetos encontrados.

Parque, instalação de Eduardo Coimbra (Foto: Andre Velozo)

SÃO PAULO
8ª Mostra 3M de Arte
De 15/9 a 14/10, Largo da Batata | mostra3mdearte.com.br
Até 14 de outubro, o Largo da Batata, no bairro de Pinheiros, recebe obras comissionadas pelo projeto Mostra 3M. Em sua 8ª edição, o evento apresenta trabalhos de Eduardo Coimbra, Estela Sokol, Grupo Inteiro, Raquel Kogan, Regina Parra e da dupla Rafael Cotait e Marcos Muzi. A exposição é complementada pelo espaço container.art, um estúdio de arte com oficinas gratuitas coordenadas pela arte educadora Vera Barros, que também coordena visitas guiadas.

Montagem de Claudia Jaguaribe (Foto: Divulgação)

SÃO PAULO
No Jardim de Lina
Individual de Claudia Jaguaribe, de 15/9 a 27/10, Instituto Bardi/ Casa de Vidro, Rua General Almério de Moura, 200 | institutobardi.org
Claudia Jaguaribe exibe instalação fotográfica na Casa de Vidro, primeira obra construída da arquiteta Lina Bo Bardi, italiana naturalizada brasileira. O trabalho é composto por dois conjuntos de esculturas com sete imagens, um livro e uma série de três composições com fotos. A artista usou elementos da casa para criar uma nova arquitetura com imagens, mesclando documentação e ficção.

Detalhe da obra Apólice do Apocalipse, de Lourival Cuquinha (Foto: Edouard Fraipont)

SÃO BERNARDO DO CAMPO
“-Dos meus comunistas, cuido eu.” (Roberto Marinho)
Individual de Lourival Cuquinha, até 28/10, OMA Galeria, Rua Carlos Gomes, 69 | omagaleria.com
O artista Lourival Cuquinha pega emprestado uma citação de Roberto Marinho para intitular sua nova individual. A mostra “-Dos meus comunistas, cuido eu.” traz trabalhos que respondem ao contexto atual fazendo críticas políticas e sociais. “O trabalho do Cuquinha é crítico, provocativo e incisivo, por assim dizer, ele revela um nervo exposto e inflamado frente a sociedade”, afirma o galerista Thomaz Pacheco.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.