seLecTs

Dicas da semana (30/1) selecionadas pela redação

Luciana Pareja Norbiato
Obra sem título (2016), de Vânia Mignone, que abre sua 10ª individual na Casa Triângulo (Fotos: Divulgação)

SÃO PAULO
NARRATIVA SINCOPADA
Vânia Mignone, 4/2 a 25/3, Casa Triângulo, Rua Estados Unidos, 1.324, Jardins  
A artista campinense apresenta sua décima individual na Casa Triângulo, que a representa comercialmente há 20 anos. Para celebrar, ela exibe um recorte de sua produção recente, que mantém a característica de esboçar uma narrativa pelo conjunto dos quadros, como se fossem frames de um filme. A “atmosfera musical” de seus trabalhos, segundo o curador Felipe Scovino, que assina o texto da mostra, também surge nas gravuras de elementos cotidianos impressos. As cores perdem a sobriedade e se multiplicam nos trabalhos.

 

Obra sem título (2016) de Tuneu, cuja exposição abre 2/1 na Galeria Raquel Arnaud (fotos: divulgação)

Obra sem título (2016) de Tuneu, cuja exposição abre em 2/2, na Galeria Raquel Arnaud

SÃO PAULO
DOIS EM UM
Hexacordo e Um Ensaio sobre o Desenho, 2/2 a 25/3, Galeria Raquel Arnaud, Rua Fidalga, 125, Vila Madalena
Duas exposições iniciam o calendário 2017 da Galeria Raquel Arnaud. A individual de Tuneu, Hexacordo, traz sua produção mais recente. Nela, sua pesquisa cromática aplicada às variações do hexágono ganha vigor, com a substituição da fluidez da aquarela pela opacidade das cores da acrílica, sobre papel ou tela. No segundo andar da galeria, o artista e curador Claudio Mubarac assina a coletiva Um Ensaio sobre o Desenho, com trabalhos do acervo da galeria.

 

Pintura sem título (2010) de Bruno Dunley, em cartaz na Galeria Nara Roesler do Rio de Janeiro

Pintura sem título (2010) de Bruno Dunley, em cartaz na Galeria Nara Roesler do Rio de Janeiro

RIO DE JANEIRO
CARREGANDO NAS CORES
Cromofilia vs Cromofobia: Continuação, até 18/3, Galeria Nara Roesler, Rua Redentor, 241, Ipanema
A cor em todas as suas possibilidades e intensidades dá o tom da segunda parte da exposição assinada pela diretora artística da Galeria Nara Roesler, Alexandra Garcia Waldman. São 23 obras dos artistas Abraham Palatnik, Angelo Venosa, Antonio Dias, Artur Lescher, Bruno Dunley, Carlito Carvalhosa, Daniel Buren, Eduardo Coimbra, Hélio Oiticica, José Patrício, Karin Lambrecht, Laura Vinci, Marcelo Silveira, Marco Maggi, Melanie Smith, Milton Machado, Rodolpho Parigi, Sergio Sister, Tomie Ohtake, Vik Muniz e Virgínia de Medeiros, representados pela galeria.

 

Oficina realizada no jardim da Fundação Ema Klabin (SP)

Oficina realizada no jardim da Fundação Ema Klabin (SP)

SÃO PAULO
FAZER ARTE
Oficinas de Arte para Crianças; 4, 11 e 18/2; Fundação Ema Klabin, Rua Portugal, 43, Jardim Europa
Aos sábados de fevereiro, a fundação recebe grupos de 25 crianças para participar de oficinas gratuitas. As atividades despertam a criatividade por meio da escrita e das artes visuais. Na primeira, os pequenos vão recontar histórias mitológicas das pinturas do casarão colocando-se como personagem. Uma oficina de desenho no belo jardim alia arte e natureza: feitos em transparências, os desenhos serão gravados no papel por monotipia. Essa técnica de impressão une-se à literatura na última atividade, em que os participantes ilustram um pequeno texto. As inscrições já estão abertas no site da Fundação Ema Klabin.

 

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.