Agenda cultural da semana (30/5/2019)

Irmãos Vargas, Martín Chamb, Coletivo Trovoa, Ivan Grilo, Maria Laet, Hudinilson, Marina Rheinghantz, Eduardo Haesbaert, Sasha Huber

Da redação
Fotografia do peruano Matín Chambi (Foto: Divulgação)

FORTALEZA
Estúdio de Arte Irmãos Vargas encontra Martín Chambi
Exposição coletiva, de 1/6 a 1/8, Museu da Fotografia de Fortaleza, Rua Frederico Borges, 545 | museudafotografia.com.br
Os fotógrafos peruanos Carlos e Miguel Vargas Zaconet e Martín Chambi estão reunidos em uma curadoria de Diógenes Moura, inédita no Brasil. A exposição apresenta mais de 100 fotografias realizadas entre 1912 e 1941 entre retratos, paisagens, cenas de cidades, assim como de povos de origem pré-colombiana, resultando em uma convergência dos aprendizados da tradição europeia com a cultura local.

Espaço deCurators feito para experimentação de artistas e curadores, no ciclo BSB em 2018 (Foto: Divulgação)

DISTRITO FEDERAL
2ª Edição do BSB Plano das Artes
Circuito de espaços independentes, até 2/6, vários locais | bsbplanodasartes.com.br
O BSB Plano das Artes é um circuito de espaços independentes que promove a difusão de galerias, ateliês e centros culturais na região. A nova edição do evento acontece entre 30 de maio e 2 de junho e tem como tema O Lugar da Arte, que será tratado em processos de formação de professores, visitas, palestras e rodas de conversa. Entre os participantes estão o Elefante Centro Cultural, Referência Galeria de Arte entre outros convidados ou candidatos selecionados por meio de convocatória.

Imagem de divulgação do Ateliê Aberto FAAP (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO
Ateliê Aberto
Residência artística Faap, 1º/6, das 12 às 17 hrs, Edifício Lutetia, Praça do Patriarca, 78  | faap.br/residenciaartistica
O programa de residências da Faap realiza mais uma edição de seu ateliê aberto, em que os participantes organizam seus estúdios e preparam atividades para apresentar pesquisas para o público. Em residência atualmente estão os artistas Luana Fonseca, Victor de la Roque,Diogo Bolota, Jesús Jiménez, Felipe Abdala, Paula Dager e Helena Trindade.

Retrato de Euclides da Cunha, de cerca de 1890 (Foto: M. J. Granier)

SÃO PAULO
Euclides da Cunha
Debates, de 3/6 a 26/6, Sesc CPF, Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – 4º andar | sescsp.org.br/cpf
O célebre escritor de Os Sertões é o homenageado da próxima edição da FLIP. Para aprofundar o debate em torno de sua obra, o festival, em parceria com o Sesc CPF (Centro de Pesquisa e Formação), promove uma série de encontros com nomes como Heloisa Starling, Pedro Lima Vasconcellos, Nísia Trindade Lima, Leopoldo Bernucci, Milton Hatoum, Dorrit Harazim, entre outros, em uma curadoria da professora e Walnice Nogueira Galvão, da editora Fernanda Diamant, responsável também pela curadoria da programação principal da Festa em Paraty, e do Centro de Pesquisa e Formação. O preço do evento é R$50,00 (inteira).

Equipe do educativo CCBB (Foto: Divulgação)

SÃO PAULO
CCBB Educativo
Atividades, CCBB, R. Álvares Penteado, 112  | culturabancodobrasil.com.br
O programa educativo do CCBB propõe uma série de atividades em torno da exposição Vaivém, que apresenta um panorama histórico sobre as redes de dormir no Brasil, tanto na cultura em geral quanto em suas representações e usos na arte. Na programação consta uma Festa Junina, um sarau, uma oficina de escrita com a curadora Júlia Rebouças, entre outras atividades que podem ser conferidas aqui.

Eu Sou Um Ser Espiritual Vivendo Uma Experiência Na Matéria (2019), detalhe da obra de Mariana Rodrigues (Foto: Divulgação)

SÃO PAULO
A Noite Não Adormecerá Jamais Nos Olhos Nossos
Exposição coletiva, de 1/6 a 20/7, Galeria Baró, Rua da Consolação, 3417 | barogaleria.com
Com curadoria de Carollina Lauriano, a mostra reúne obras de Aline Motta, Bruna Amaro, Caroline Ricca Lee, Gabriela Monteiro, Igi Ayedun, Juliana Santos, Lidia Lisboa, Monica Ventura, Rebeca Ramos, Renata Felinto, entre outras artistas mulheres de diferentes origens étnicas. A exposição é o resultado das pesquisas do coletivo Trovoa, do Rio de Janeiro, que apresenta a produção de mulheres em diferentes linguagens, entrelaçando práticas colaborativas e individuais.

Kalimba (2018), pintura de Marina Rheinghantz (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO
Todo Mar Tem Um Rio
Individual de Marina Rheinghantz, 1/6 a 20/7, Galpão Fortes D’Aloia e Gabriel, Rua James Holland, 71 | fdag.com.br
Marina Rheinghantz apresenta nova exposição no galpão da galeria Fortes D’Aloia & Gabril com trabalhos de grande escala. Ainda que suas pinturas sugiram ambientes de tranquilidade, a artista mostra paisagens em que estão diluídas as concepções sobre figura e fundo, céu e terra, por meio de uma alternância entre largas pinceladas contínuas e outras curtas e rápidas.

Sem Título (1980), de Hudinilson (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO
Hudinilson Jr.
Individual, de 1/6 a 3/8, Galeria Jaqueline Martins, R. Dr. Cesário Mota Júnior, 443 | galeriajaquelinemartins.com.br
Galeria Jaqueline Martins mostra segunda individual de Hudinilson Jr. em seu espaço. A exposição revela o olhar do artista sobre as novas mídias e sobre assuntos como o narcisismo e a homoafetividade com uma série de xerox, pinturas e desenhos.

Torrente (2019), de Eduardo Haesbaert (Foto: Divulgação)

SÃO PAULO
Torrente
Individual de Eduardo Haesbaert, de 4/6 a 13/7, Galeria Bolsa de Arte, Rua Mourato Coelho 790 | bolsadearte.com.br
A gravura é a principal mídia na obra do artista gaúcho Eduardo Haesbaert, que nesta exposição expande sua prática e seu trabalho com a luz e a sombra para o uso de lápis sobre papel e tinta sobre tela. Com texto do também artista Paulo Pasta, a mostra é a segunda individual de Haesbaert na galeria.

El Castillo (2019), de Ivan Grilo (Foto: Divulgação)

SÃO PAULO
Amanhã, Logo À Primeira Luz
Individual De Ivan Grilo, 1/6 A 20/7, Galeria Casa Triângulo, Rua Estados Unidos 1324 | casatriangulo.com
A exposição é um desdobramento da residência que o artista realizou em 2018 no AnnexB em Nova York. Grilo produz objetos, fotografias e instalações que ficam no limite entre a ficção intimista e o manifesto político, ao narrar as relações de falta de empatia como origem da crise democrática em curso no Brasil e no mundo.

Louis quem? O Que Você Deve Saber Sobre Louis Agassiz (2010), registro de intervenção de Sasha Huber (Foto: Calé)

RIO DE JANEIRO
Nome Próprio
Individual de Sasha Huber, 1/6 a 27/7, Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, Rua Luís de Camões, Praça Tiradentes, 68 | facebook.com/CMA.HelioOiticica
A artista suíço-haitiana Sasha Huber produz performances, vídeos, fotografias, livros e instalações que buscam revisitar narrativas históricas traumáticas e apagadas, assim como questionar os aspectos ideológicos dos discursos científicos, em especial no debate a respeito da raça. Nome Próprio reflete sobre as situação da memória e da política no Brasil nos últimos anos.

Águas XVII (2019), still de vídeo de Alexandre Mazza (Foto: Reprodução)

RIO DE JANEIRO
Somos Sua Luz
Individual de Alexandre Mazza, até 29/6, Galeria Luciana Caravello, Rua Barão de Jaguaripe 287 | lucianacaravello.com.br
Em sua quarta individual na galeria com texto dos curadores Bernardo Mosqueira e Bruno Balthazar, Alexandre Mazza apresenta 15 trabalhos, entre vídeos e instalações, montados de forma imersiva. A imagem da água é o assunto principal da mostra, como uma continuidade do interesse do artista pelas transparências, fluidez e pela luz anteriormente trabalhados em materiais como espelhos, vidros, metais, lâmpadas, acrílicos.

Banner do Prêmio Ibermuseus de Educação (Foto: Reprodução)

EDITAL
10º Prêmio Ibermuseus de Educação
Inscrições abertas até 18/6 | ibermuseos.org
Estão abertas as inscrições para o prêmio de educação do Ibermuseus. Podem participar instituições ibero-americanas que promovam iniciativas educativas dentro e fora de seus espaços. Há prêmios para projetos já em andamento e para projetos inéditos.

Sem Título (Casa) (2013-2018) obra de Maria Laet (Foto: João Laet)

VILLEURBANNE
Quase Um Nada
Individual de Maria Laet, até 11/8, IAC, 11 Rue Dr Dolard | i-ac.eu
Com curadoria de Nathalie Ergino e Eli Humbert, a mostra de Maria Laet propõe uma experiência de lentidão, silêncio e conexão entre elementos díspares por meio superfícies. A exposição é parte do projeto Otium, em que artistas de diferentes países são convidados a ocuparem os jardins e as salas da instituição francesa.

 

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.