seLecTs – agenda da semana (1/11/18)

50 Anos de Realismo, Feira PARTE, Anual Faap, Gretta Sarfaty, Hugo Curti, Masp de Lina, Hugo França, Alinalice, Outras Histórias do Brasil

Da Redação
Blue Diner With Figures (1981), pintura de Ralph Goings (Foto: Divulgação)

SÃO PAULO
50 Anos De Realismo – Do Fotorrealismo à realidade virtual
De 7/11 a 14/1/2019, CCBB SP, Rua Álvares Penteado, 112 |  bb.com.br/cultura
É possível representar a realidade? Essa pergunta já rendeu muita discussão ao longo da história da arte. Agora a questão é levantada na exposição coletiva 50 Anos De Realismo – Do Fotorrealismo À Realidade Virtual. A mostra é curada por Tereza de Arruda e apresenta 90 obras de 30 artistas, entre pinturas, esculturas, vídeos e instalações. Depois de ser apresentada em São Paulo passará pelos CCBBs de Brasília e do Rio de Janeiro.

Parque Deversão, de Agostinho B Freitas, representado pela Galeria Brasiliana (Foto: Divulgação)

SÃO PAULO
10ª Parte
Feira de arte, de 7/11 a 11/11, Clube A Hebraica, Rua Dr. Alberto C. de Melo Neto, 115 | feiraparte.com.br
Com mais de 400 artistas e 45 galerias, a feira de arte Parte chega à sua 10ª edição entre os dias 7 e 11 de novembro. Idealizado por Tamara Perlman e Carmen Schivartche, o evento busca reforçar seu objetivo de abrir espaço para novos nomes no mercado de arte. A feira proporciona oportunidade para coletivos se apresentarem como expositores e pela primeira vez conta com a participação do Coletivo da Praça, Coletivo Átomo e Casa Nubam. Este ano a seção Solos tem curadoria de Douglas de Freitas.

Mãe Impersonificação II-A (2018), de Gretta Sarfaty (Foto: Divulgação)

SÃO PAULO
Reconciliação – Gretta Sarfaty
De 6/11 a 22/12, Galeria Pilar, Rua Barão de Tatuí, 389 | galeriapilar.com
Artista grega naturalizada brasileira Gretta Sarfaty apresenta individual na Galeria Pilar, em São Paulo. Com curadoria de Fabio Magalhães, a mostra traz trabalhos recentes da artista, entre gravuras, vídeos, fotografias e composições imagéticas sobre tela. De acordo com Sarfaty, as obras aludem ao momento em que voltou a conviver com sua família depois de uma longa ausência. O público pode também ver algumas obras históricas da artista na coletiva MAM 70: Mam e Mac Usp, em cartaz no Museu de Arte Moderna de São Paulo até 16/12.

Desenho de Pepi Lemes

SÃO PAULO
50ª Anual de Arte Faap
De 7/11 a 20/1/2019, MAB Faap, Rua Alagoas, 903 | faap.br
50ª edição da tradicional exposição coletiva de artes visuais de alunos da Fundação Armando Álvares Penteado. Os 33 trabalhos exibidos foram selecionados via inscrição pela comissão composta por Caru Duprat, Aline van Langendonck e Marcos Moraes. A exposição também exibe obras das artistas convidadas Karola Braga e Paula Scavazzini, que participaram de residência artística da fundação na Cité des Arts, em Paris. A abertura da Anual acontece na segunda-feira, 5/11, às 19h.

Registro da construção do MASP na década de 1950 (Foto: Arquivo do Centro de Pesquisa do MASP)

SÃO PAULO
O Masp de Lina
50 anos do edifício na Avenida Paulista, 5/11, Masp Auditório, Av. Paulista, 1578 | masp.org.br
Masp promove seminário internacional para celebrar os 50 anos de seu edifício na avenida Paulista, projetado por Lina Bo Bardi (1914-1992). Organizado por André Mesquita, Adriano Pedrosa e Guilherme Giufrida, o evento discute a arquitetura do museu, os impactos do projeto na cidade de São Paulo e os usos políticos do vão do Masp. O seminário apresenta 4 sessões de debate com convidados nacionais e internacionais das 10h às 18h30, na segunda-feira, 5/11. Ingressos são gratuitos e podem ser retirados duas horas antes.

isolante#1 (2018), fotografia de Hugo Curti (Foto: Estúdio Extraordinário)

SÃO PAULO
Tudo Posso Naquele Que Me Conduz
Individual de Hugo Curti, de 6/11 a 21/12, Emmathomas Galeria, Al. Franca, 1054 | emmathomas.com.br
Exposição apresenta recorte da produção de Hugo Curti, artista formado em Geologia, com curadoria de Ricardo Resende. Entre os mais de 80 trabalhos expostos estão fotografias, gravuras e pequenas esculturas. O processo criativo do artista normalmente parte da ressignificação de objetos cotidianos. Curti atualmente trabalha em um ateliê na Fábrica de Arte Marcos Amaro, em Itu, que está aberto para visitação.

Obra do acervo da Casa-Museu Ema Klabin (Foto: Henrique Luz)

SÃO PAULO
Mês Da Consciência Negra
Programação especial, de 3/11 a 24/11, Fundação Ema Klabin, Rua Portugal, 43 | emaklabin.org.br
Com palestras, conversas, exibição de documentários e shows, a casa-museu Ema Klabin organiza agenda especial para o mês da Consciência Negra. A programação começa no sábado, 3/11, às 14h, com o debate Mulheres Negras: Porta-vozes De Suas Culturas, que reúne a jornalista e pesquisadora Claudia Alexandra, a gestora cultural Alessandra Ribeiro, a cientista social Martha Sales e a cantora Héloa. Em seguida, às 16h30, a cantora Nega Duda apresenta clássicos de Clementina de Jesus. Para adquirir ingresso para o debate ou conferir o restante da programação, acesse aqui.

Vista de instalação permanente Gatekeepers (Foto: Divulgação)

SÃO PAULO
Gatekeepers
Instalação permanente de Marte Eknæs e Nicolau Vergueiro, Café Mestiço, Rua Dr. Vila Nova, 309 | 
A dupla de artistas Marte Eknæs e Nicolau Vergueiro criou instalação permanente para o Café Mestiço da Livraria Martins Fontes. Disfarçado de elemento decorativo, o trabalho Gatekeepers leva colagens digitais às paredes, placas de metais ao piso, entre outras coisas. A instalação mescla-se ao projeto do café, assinado pelo arquiteto Marcelo Suzuki.

Monotipia da série Impressão Vegetal (2018), de Hugo França (Foto: Divulgação)

SÃO PAULO
Impressão Vegetal
Individual de Hugo França, até 8/12, Bolsa de Arte, Rua Mourato Coelho, 790 | bolsadearte.com.br
O designer brasileiro Hugo França inaugura nova fase de sua carreira e exibe exposição individual na Bolsa de Arte. França apresenta uma série de 12 monotipias inéditas, com matrizes feitas a partir de materiais usados em móveis de sua autoria. “Apesar de, pela primeira vez, me dedicar a um trabalho no plano bidimensional, não sinto que me afastei da minha poética porque a madeira, o carvão e o verniz são materiais que me acompanham desde o início de minha carreira”, afirma o artista.

Identidade visual do evento

RIO DE JANEIRO
1º Ciclo Outras Histórias do Brasil: Resistências e Reparações
Debates, segundas-feiras de novembro, Blooks Livraria Rio, Praia de Botafogo, 316, Lojas D/E, Espaço Itaú de Cinema | blooks.com.br
Livraria Blooks organiza mesas de debate nas quatro segundas-feiras do mês de novembro, em função do mês da Consciência Negra. O evento tem curadoria de Nélida Capela, gerente geral da Blooks, e apresenta as mesas “Militância e Protagonismo Preto” (5/11), “Dororidade e Feminismo Negro”(12/11), “Ficção, Não-Ficção e as Histórias Afro-Atlânticas” (19/11) e “Restituição, Ações Afirmativas e Políticas Públicas” (26/11). Saiba mais sobre o ciclo aqui.

Pote Paisagem do restaurante-obra Restauro, de Jorge Menna Barreto (Foto: Divulgação)

RIO DE JANEIRO
Programa de Primavera
Workshop, 10/11, 24/11, 1º/11 e 8/12, Instituto Alinalice, Rua Alice, 1022 | facebook.com/logo.ali.na.alice
Série de quatro encontros que versam sobre a relação entre arte e natureza no espaço independente Alinalice, em Laranjeiras, RJ. Cada encontro é conduzido por um artista visual. O workshop custa R$ 1200 por pessoa e será ministrado por Alexandre Sá, João Modé, Jorge Menna Barreto, José Urutau Guajajara e Regina de Paula. Inscreva-se aqui.

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.