seLecTs – agenda da semana (11/10/2019)

Élle de Bernardini, Susan Meiselas, Otto Stupakoff, Katinka Bock, Flávia Ribeiro, Terry Winters, Flávia Junqueira, Dominó, Egito Antigo, A Menina Mais Feia Da Turma

Da redação
A Imperatriz (2018) de Élle de Bernardini (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO
Mulheres na Arte Brasileira – Entre Dois Vértices, até 22/10
12ª Bienal de Arquitetura – Exposição Arquiteturas do Cotidiano, até 8/12
29ª Edição do Programa de Exposições do CCSP, até 15/12
CCSP,
Rua Vergueiro, 1000  | centrocultural.sp.gov.br
A programação do Centro Cultural São Paulo é composta por uma série de atividades que buscam trazer ao público o que há de mais urgente e relevante na produção em artes plásticas. Entre as exposições em cartaz estão uma mostra que busca atualizar a discussão sobre representatividade das mulheres no campo das artes visuais, em uma curadoria de Pollyanna Quintela; a Bienal de Arquitetura, focada em projetos vernaculares; e o programa de exposições que seleciona artistas via edital, com a participação de Luciana Paiva, No Martins, Raquel Nava, entre outros, além dos convidados Renata Felinto e Denilson Baniwa. 

Norte do Iraque (1991) Jamal Keder Osman mostra uma fotografia dele mesmo como soldado peshmerga na rebelião de 1963, em fotografia de Susan Meiselas (Foto: Magnum Photos)

SÃO PAULO
Susan Meiselas: Mediações
Individual, de 15/10 a 1/3/2020, IMS Paulista, Avenida Paulista, 2424 | ims.com.br
A exposição no IMS Paulista é uma itinerância da individual Susan Meiselas: Mediações, que já passou pelo Jeu de Paume (Paris), pela Fundació Antoni Tàpies (Barcelona) e pelo SFMoMA (São Francisco). A mostra apresenta um amplo panorama da produção da fotógrafa norte-americana, compreendendo mais de 40 anos de atividade. Com curadoria de Marta Gili, Pia Viewing e Carles Guerra, mais de 180 imagens foram selecionadas, reunindo um espectro de sua produção de retratos, trabalhos comerciais e cenas de guerra, a partir de fotos, videoinstalações e material de arquivo. 

Carta de Otto Stupakoff (Foto: Divulgação)

SÃO PAULO
Correspondência
Individual de Otto Stupakoff, até 10/11, Galeria MaPa, Rua Costa, 31 | facebook.com/galeriamapa
Desenhos, cartas e colagens compõe a exposição Correspondência, que busca ampliar a compreensão da prática do fotógrafo Otto Stupakoff. Com texto de Jairo Casoy, a mostra reúne trabalhos produzidos entre 1965 e 1986, período em que Stupakoff realizou diversas viagens pelo Brasil e Estados Unidos, trabalhando principalmente com o mercado editorial

 

Detalhe de Avalanche (2019) de Katinka Bock (Foto: Everton Ballardin)

SÃO PAULO
Avalanche
Individual de Katinka Bock, até 9/11, Pivô, Avenida Ipiranga, 200 | pivo.org.br
Esculturas de cerâmica, cascas de frutas e peixes fundidos em bronze, ou intervenções com materiais usados na construção civil, como as telas de proteção que envolvem prédios em reforma, são os resultados de diversas visitas da artista alemã Katinka Bock à São Paulo para a elaboração de sua primeira individual no Brasil, apresentada no Pivô. O título da mostra, Avalanche, se refere aos deslocamentos enérgicos de materiais e relações com o espaço, e metaforicamente à condição política do país. 

Detalhe de pintura de Juliana Bernardino, 2019 (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO
A Menina Mais Feia Da Turma
Exposição coletiva, de 19/10 a 9/11, Galpão397, R. Professor Gonzaga Duque, 148 | atelie397.com
Com a participação de mais de 30 artistas, como Bia Leite, Camila Soato, Fernanda Galvão, Julia Milward, Lívia Aquino, Luisa Callegari e Yan Copelli, selecionados por Juliana Bernardino, que também faz parte da exposição. A exposição A Menina Mais Feia Da Turma busca relacionar sensações de estranhamento, mal-estar e horror por meio de pinturas, esculturas e instalações. 

Cloud (2015-2016) de Terry Winters (Foto: Ronald Amstutz, Cortesia Matthew Marks Gallery)

SÃO PAULO
Terry Winters
Individual, de 26/10 a 21/12, auroras, Avenida São Valério, 426 | auroras.art.br
O artista norte-americano Terry Winters expande o vocabulário da abstração ao relacionar gestos, cores e formas com o universo de estruturas orgânicas ou mesmo de ordens espaciais de visualização de dados. Em sua primeira exposição no Brasil, são apresentados trabalhos inéditos em pintura a óleo e cera sobre linho, além de colagens. Em complemento a essa primeira etapa da individual, o artista também exibe obras em mostra coletiva no recém inaugurado espaço Olhão, em que trabalhos de artistas como Bruno Dunley e Marina Rheingantz propõe diálogos com sua produção. 

Ensino Circular Do Chão (2019) de Deco Adjiman (Foto: Deco Adjiman)

SÃO PAULO
Dominó
Exposição coletiva, de 12/10 a 27/11, Casa da Luz, Rua Mauá, 512 | instagram.com/casadaaluz
O  jogo de dominó é a metáfora utilizada para a reunião dos artistas Carolina Cordeiro, Tomaz Klotzel, Leandra Espírito Santo, entre outros, que se conheceram durante um período de residência nos ateliês do Pivô Pesquisa. A exposição é organizada em uma situação do jogo, no qual o encontro e a construção por partes que se encaixam, ainda que em fragmentos, formam um todo orgânico, de relações e estruturas próprias. 

Briguelas (2019) de Giulia Puntel (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO
O Absurdo e a Graça, individual de Flávia Junqueira
Boa Noite Cinderela, individual de Giulia Puntel, de 12/10 a 16/11, Zipper Galeria, Rua Estados Unidos, 1494 | zippergaleria.com.br
Flávia Junqueira produz fotografias encenadas nas quais elementos do universo infantil, como balões, ursos de pelúcia e fantasias, são deslocados para espaços de arquiteturas suntuosas. Em sua terceira individual na Zipper Galeria, a artista apresenta uma série de trabalhos realizados em edifícios da Bélle Époque. Já Giulia Puntel realiza sua primeira exposição individual, com curadoria de Ícaro Vidal, reunindo um conjunto de pinturas recentes nas quais imagens apropriadas da internet são reproduzidas com contrastes simultâneos de cores e pinceladas marcadas, em referência à pintura belga e ao cinema.

Dois Pesos, Uma Medida (2017) de Diego Castro (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO
III Portas Abertas
Roteiro de ateliês abertos, de 12/10 das 10 às 18 hrs, diversos locais | roteirodeatelies.com
Organizado pelos próprios artistas, o projeto Roteiro de Ateliês busca mapear aqueles em atividade na cidade de São Paulo, estabelecendo pontes entre o momento de produção e o público. Entre os artistas participantes estão Diego Castro, Renata Pedrosa, Azeite de Leos, Ana Calvazara, entre outros. Acesse a programação completa aqui

Estela funerária de Mekimontu Deir el-Medina, XVIII Dinastia (Foto: Divulgação)

RIO DE JANEIRO
Egito Antigo: Do Cotidiano À Eternidade
Exposição, até 27/1/2020, CCBB, R. Primeiro de Março, 66 | culturabancodobrasil.com.br
Dividida em três núcleos que abordam vida, religião e eternidade no Antigo Egito, a mostra reúne artefatos arqueológicos como cerâmicas, objetos cotidianos, livros e até mesmo múmias, que permitem ao público acessar mais de perto a experiência dessa civilização. Após o encerramento, a mostra segue itinerância para as unidades do CCBB de Brasília e Belo Horizonte. 

Obras de Vera Chaves Barcellos, Telmo Lannes e Mario Röhnelt no acervo do MARGS (Foto: Divulgação)

PORTO ALEGRE
Acervo Em Movimento
Exposição permanente, MARGS, Praça da Alfândega, s./n | margs.rs.gov.br
Com curadoria de Francisco Dalcol e Fernanda Medeiros, a exposição busca repensar o acervo do museu, propondo novas relações entre as obras da coleção. Entre as novidades do novo arranjo estão a apresentação de obras dos artistas pertencentes ao espaço Nervo Óptico, que funcionou na capital gaúcha na década de 1970, e obras dos artistas Carlos Wladimirsky, Heloisa Schneiders da Silva, Karin Lambrecht, Mário Alberto, Vera Chaves Barcellos, entre outros. 

Self Portraits Overseas de Miro Soares (Foto: Divulgação)

VITÓRIA
Overseas
Individual de Miro Soares, até 8/3/2020, Espaço Cultural Palácio Anchieta, Praça João Clímaco s/nº | museus.cultura.gov.br/espaco
Com cerca de 45 vídeos, fotografias e filmes, produzidos entre 2010 e 2016, em países como Lituânia, Letônia e Estônia, a exposição foi selecionada via edital e conta com curadoria de Gabriel Menotti. O trânsito entre imagens analógicas e digitais é parte central da pesquisa de Miro Soares, assim como o interesse pela paisagem, cenas do cotidiano ou espaços vazios. 

Sem título (2014) de Flávia Ribeiro (Foto: Arnaldo Pappalardo)

RIBEIRÃO PRETO
Uma Circunstância
Individual de Flávia Ribeiro, de 12/10 a 14/12, IFF, Rua Maestro Ignácio Stábile, 200 | iff.art.br
A artista Flávia Ribeiro apresenta uma exposição composta de esculturas de bronze, apoiadas sobre mesas ou penduradas nas paredes, evocando maquetes ou desenhos, na medida em que o preto contrasta com o fundo branco do espaço. No texto da exposição, o pesquisador Henrique P. Xavier discute as relações das obras com diversas linguagens, como a escultura, a gravura, o desenho e suas implicações filosóficas, a partir da ideia de uma imagem produzida pela marca de uma impressão física. 

L’adieu (1917) de Eliseu Visconti (Foto: Divulgação)

FORTALEZA
Yolanda Vidal Queiroz – Momentos
Da Terra Brasilis à Aldeia Global
Unifor Plástica: Arte Cearense Em Destaque, exposições coletivas, até 1/3/2020, Fundação Edson Queiroz, Av. Washington Soares, 1321 | unifor.br/fundacao-edson-queiroz
Unifor Plástica: Arte Cearense Em Destaque parte do uso da palavra na arte produzida na região para explorar relações entre a arte moderna de vanguarda, o artesanato e as diversas manifestações contemporâneas. Da Terra Brasilis à Aldeia Global é a segunda exposição de longa duração com obras do acervo da Fundação Edson de Queiroz, que reúne mais de 200 obras produzidas desde o século XVI. Yolanda Vidal Queiroz – Momentos, por fim, é uma coletânea afetiva de obras da coleção da matriarca que dá nome à mostra. As três exposições têm curadoria de Denise Mattar. 

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.