seLecTs – agenda da semana (20/2/2020)

Armando Salmito, Grupo de Bagé, Gisela Eichbaum, Galeria b_arco, Ciclo mulheres nas artes, Art Under Attack in Brazil

Publicado em: 20/02/2020

Categoria: Agenda, Destaque

Tags: ,

Cozinha da Ocupação 9 de Julho (Foto: Edouard Fraipont)

BRASÍLIA
Anônimos
Individual de Armando Salmito, de 3/3 a 5/4, Espaço Cultural Renato Russo, CRS 508 | espacoculturalrenatorusso.com.br
A exposição reúne 16 fotografias realizadas em Nova York pelo artista carioca Armando Salmito. Com curadoria de Patrícia Lira, o foco são as experiências anônimas acumuladas ao longo dos dias na cidade, como estar distraído enquanto espera o semáforo, olhar pela janela de dentro do ônibus ou fazer um passeio solitário contra um grande muro descascado de uma indústria. As imagens contrapõem a grandeza da megalópole com a banalidade dessas vivências. 

Vista da exposição Os quatro – Grupo de Bagé (Foto: Nilton Santolin/ Reprodução)

PORTO ALEGRE
Os Quatro – Grupo de Bagé
Exposição coletiva, até 30/3, Fundação Iberê Camargo, Avenida Padre Cacique 2000 | iberecamargo.org.br
Carlos Scliar, Danúbio Gonçalves, Glauco Rodrigues e Glênio Bianchetti foram membros do Grupo Bagé, responsável pela divulgação da arte produzida no Rio Grande do Sul pelo país entre os anos 1940 e 1950. Com trabalhos de forte carga social e crítica, além de uma linguagem expressiva, a exposição na Fundação Iberê Camargo reúne tanto obras desse período, como as clássicas gravuras produzidas pelo grupo, quanto as revistas e publicações realizadas por esses artistas para divulgar suas ideias.  

Pintura de Gisela Eichbaum em exibição na Galeria MaPa (Foto: Divulgação)

SÃO PAULO
Poética Das Cores
Individual de Gisela Eichbaum, de 7/3 a 30/4, Galeria MaPa, Rua Costa, 31 | fundodearte.com
A individual da artista alemã Gisela Eichbaum traça a trajetória da artista da figuração à abstração, em uma curadoria de Antonio Carlos Suster Abdalla. Outra ênfase da exposição é a análise de como a paleta da artista mudou após sua chegada ao Brasil, onde ficou radicada desde os anos 30 até seu falecimento em 1996. 

Coccon n1 de Renato Dib (Foto: Divulgação)

SÃO PAULO
Viagem à Aurora de Um Novo Mundo, coletiva
Dobras – As Pinturas Hiper-realistas de Karen Pezolito, individual
Os Bordados de Marlene Crespo, individual, de 19/2 a 21/3, Galeria b_arco, R. Dr. Virgílio de Carvalho Pinto, 426 | barco.art.br
A Galeria Virgílio se uniu ao b_arco Centro Cultural para a reformulação de sua programação, time de artistas e projeto, formando agora a Galeria b_arco, que contará com a direção de Izabel Pinheiro, fundadora da Virgílio em 2002, e de Renato de Cara, curador e criador da galeria Mezanino e ex-diretor do Museu da Cidade de São Paulo. Entre os artistas representados pela b_arco estão tanto aqueles que já faziam parte da Virgílio, como Armando Queiroz, Ernesto Bonato, Júnior Suci, Claudio Matsuno e Maura Grimaldi, quanto novos convidados como Alexandre Ignacio Alves e Raquel Nava.

Fotografia Renomes de Júlia Milward

SÃO PAULO
Ciclo Mulheres nas Artes
Debates, de 20/2 a 11/2020, Sesc CPF, R. Dr. Plínio Barreto, 285 | centrodepesquisaeformacao.sescsp.org.br
Durante o ano de 2020, a artista Flora Leite e a pesquisadora Talita Trizoli irão mediar uma série de debates sobre a inserção, circulação, apagamento e silenciamento das mulheres no meio de arte. As primeiras convidadas são Leda Catunda, Élle de Bernardini, Denise Alves-Rodrigues e Gabriela Mureb, que participam de conversas ao longo de fevereiro e março. Para acompanhar a programação do ciclo de debates, clique aqui.  

Convite para o debate Romper o cerco: habitar as lutas (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO
Romper o cerco: habitar as lutas
Debate, 20/2 às, 19 hrs, PUC, Rua Monte Alegre, 984 | glacedicoes.com
A GLAC Edições é uma editora focada em política e cultura. Além da produção de livros e publicações, também é organizadora de diversos encontros e conversas nessas áreas. No debate Romper o cerco: habitar as lutas, Abigail Campos Leal, Acácio Augusto, Alana Moraes, Chirley Pankará e Jonnefer Barbosa discutem práticas de resistência na América Latina. 

Imagem de divulgação da Feira de catálogos do MAM (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO
Feira de catálogos do MAM
Feira, 22/2, das 10h às 18 hrs, Museu de Arte Moderna de São Paulo, Av. Pedro Alvares Cabral, s/nº | mam.org.br
O Museu de Arte Moderna promove um evento de vendas dos catálogos produzidos na instituição, além de pôsteres de exposições e da Bienal de São Paulo, a preços especiais.

Marçal Tupã Y (Tupã-y Guaraní, Marçal De Souza: Assassinated For His Struggle In Land Demarcation In 1983) fotografia de Maria Thereza Alvez (Foto: Cortesia da artista)

NOVA YORK
Again, Against: Art Under Attack in Brazil
Exposição coletiva, até 3/4, Anya and Andrew Shiva Gallery, 860 Eleventh Avenue | shivagallery.org
Como forma de resposta à coerção que a área da cultura tem sofrido desde a eleição de Jair Bolsonaro, em 2018, e a ascensão da extrema direita no Brasil, a exposição Again, Against: Art Under Attack in Brazil, com curadoria de Tatiane Schilaro e Nathalia Lavigne, reúne obras de mais de trinta artistas de diversas gerações. O objetivo é mapear estratégias de reação aos momentos conservadores, assim como estabelecer trânsitos e paralelos entre a produção artística e conceitual no Brasil de agora e das décadas de 1960 e 70.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.