SÓ NO NÓS de Stela Barbieri

Exposição no Centro Brasileiro Britânico inspira-se no pensamento de Claire Bishop, em transformar o papel do público de observador em participante da obra

Publicado em: 01/07/2016

Categoria: Agenda

Stela Barbieri - Só no Nós (Foto: Divulgação)

Stela Barbieri há algum tempo cria instalações oficinas com elementos industriais e orgânicos que convidam o visitante a participar de sua obra. Em NO NÓS, com texto critico de Agnaldo Farias, Barbieri reafirma a construção de espaços que se transformam com a ação do público. Segundo o curador, é uma exposição para os visitantes inventarem e interagirem neste lugar compartilhado e negociado. “Contextos polissensoriais, sistemas imersivos de percepção, pensamento em movimento e de produção, fazem com que os participantes se coloquem em jogo”, acrescenta.

NO NÓS, projetada especialmente para ocupar as Galerias do Centro Brasileiro Britânico, constitui-se de duas instalações, uma em cada sala. Habitar em Com Tato reúne um desenho tridimensional na parede, um tablado irregular no piso, diversos bastões, tecidos, pedaços de objetos e outras materialidades que sugerem aos participantes a construção de abrigos, tendas, ninhos e desenhos, criando territórios e habitando o espaço.  Já Pela Gota é uma instalação que convida visitantes a preparar líquidos numa alquimia de sabores: chás e águas cheirosas que podem ser servidos em grandes e pequenos funis, diversos coadores e bebidos em cadeiras que balançam.

Serviço
Stela Barbieri – SÓ NO NÓS
Edifício Cultura Inglesa – Centro Brasileiro Britânico
Rua Ferreira de Araujo, 741, Pinheiros, São Paulo
De 2/7 a 7/8
De segunda a sexta-feira, das 10h às 18; sábados, domingos e feriados, das 10h às 16h
Tel.: (11) 3039 0508

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.