Subversão eleitoral

Coletivo norte-americano arremata ônibus da campanha presidencial de Donald Trump e o transforma em obra de arte para criticar o próprio candidato

Luciana Pareja Norbiato

Publicado em: 02/02/2016

Categoria: Da Hora, Notícias Quentes, Uncategorized

Ônibus usado na campanha de Trump tem até stripper pole

O tiro saiu pela culatra. O magnata Donald Trump, famoso pelo estrionismo e por propostas extremamente preconceituosas (e descabidas, como a proibição da entrada de muçulmanos nos EUA), arrematou um ônibus de festas de despedida de solteiro para fazer sua campanha a candidato do Partido Republicano na última Iowa State Fair (agosto do ano passado), espécie de festa de exaltação desse Estado norte-americano. O coletivo de arte política T.Rutt, formado por David Gleeson e Mary Mihelic, que já criticavam duramente a plataforma preconceituosa do candidato a candidato, encontraram uma oportunidade de ouro de tornar seu protesto ainda mais radical: compraram no fim de 2015 esse mesmo ônibus, à venda na Craigslist na capital de Iowa, Des Moines.

Com o veículo, a dupla viaja fazendo performances contra a campanha do magnata por diversos Estados norte-americanos, com destino a Miami e à Conception Art Fair, paralela à Art Basel (que acontecem no começo de dezembro). Nas performances, David Gleeson fantasia-se de Trump numa versão ainda mais espalhafatosa. Com jaqueta fluorescente, o artista sobe no alto do ônibus e simula jogar golfe. Além disso, a dupla pintou uma faixa vermelha sobre o slogan da campanha do milionário, Make America Great Again! (Faça a América Novamente Grande), substituindo-o por Make Fruit Punch Great Again! (Faça um Grande Ponche de Frutas Novamente).  Donald Trump não gostou da piada e chamou o T.Rutt de nazista. Mas no manifesto em que explicam sua posição contrária ao candidato, os artistas afirmam que o “T.RUMP Bus usa a realidade bizarra da campanha presidencial bullying de Donald Trump para explorar importantes questões sobre a sociedade norte-americana hoje”.

Enquanto não sai o nome do candidato do Partido Republicano – embora um dos rivais de Trump, Ted Cruz, ter ganhado a prévia em nada mais nada menos que o mesmo Estado de Iowa por onde circulou o ônibus arrematado pelo T.Rutt -, o coletivo tem muito o que fazer. E ganha apoio involuntário até mesmo dos favoráveis a Trump. Os artistas disseram que muitos desses eleitores vêem o ônibus e, sem entender a piada, fazem sinal de positivo para eles na estrada.

Tags: , ,

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.