#tbt Aposta em fundos patrimoniais

Em reportagem de 2018, Márion Strecker analisa os mecanismos de viabilização das instituições culturais

Da redação

Publicado em: 03/12/2020

Categoria: #tbt, Destaque

Detalhe da pintura Nº 16 (1950) do norte-americano Jackson Pollock (1912-1956), em óleo sobre aglomerado, medindo 56,7 x 56,7 cm; a obra, doada pelo magnata Nelson Rockefeller em 1952, foi posta em reserva técnica por “segurança”, enquanto o MAM Rio planeja sua venda (Foto: Cortesia MAM Rio)

Na edição #39 da seLecT,  lançada em julho de 2018 e dedicada ao tema Política cultural, a jornalista Márion Strecker escreveu a reportagem Aposta em fundos patrimoniais, na qual analisa as políticas de endowment que à época começavam a operar no Masp, além da polêmica venda da única obra de Jackson Pollock no acervo do MAM Rio como forma da instituição arrecadar fundos.  

Nesta semana em que a Cinemateca anuncia que, em caráter emergencial, será gerida por uma organização social, o texto de Strecker é uma boa maneira de aprofundar as discussões sobre as estratégias das instituições culturais para manter sua saúde financeira. Leia ou releia a reportagem aqui. 

Tags: , , , , , ,

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.