#tbt Memórias do Futuro de uma Arte sem Passado

Em 2012, Giselle Beiguelman já expunha limites da produção e circulação de projetos de net art

Publicado em: 27/08/2020

Categoria: #tbt, Destaque

Ilustração (2012), de Giselle Beiguelman

Em 2012, na seLecT #7, dedicada ao tema Admirável Mundo Móvel, Giselle Beiguelman publicou o texto Memórias do Futuro de Uma Arte sem Passado, no qual analisa a história da net art e sua recepção no campo da arte contemporânea em geral. O exemplo chave é a participação de projetos de net art na Documenta X, quando uma sala que emulava um escritório foi usada como espaço de apresentação desses trabalhos, teatralizando seu suposto contexto de origem.

Problemas como a obsolescência programada das plataformas de produção e divulgação, assim como a preservação e comissionamento desses projetos continuam atuais e estarão no centro de uma das reportagens da próxima edição da seLecT

A revista, que conta com coedição de Beiguelman, será dedicada ao tema algoritmo e abordará, entre outros assuntos, os avanços tecnológicos na construção de ferramentas de rastreamento e controle de dados. Enquanto a nova edição, prevista para setembro, não começa a circular, vale ler ou reler esta matéria de 2012 que já aponta para temas que se tornam ainda mais urgentes agora.  

Tags: , ,

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.