#tbt seLecT #3

Edição de 2011 analisa a reinvenção do livro e da arte no mundo digital

Da redação

N° Edição: 3

Publicado em: 04/02/2021

Categoria: #tbt, Destaque

O Homem com Olho de Pássaro, de Odires Mlászho (Foto: Cortesia do artista e Galeria Vermelho)

O futuro do papel, pensando as mudanças de formatos dos livros e da arte entre tecnologias analógicas e digitais, foi o tema da seLecT #3, lançada em dezembro de 2011. Com fontes que variam a cada retranca – em um emabaralhamento temporal entre passado, presente e futuro –, a edição conta com análise de Giselle Beiguelman sobre livros eletrônicos, além de uma matéria sua sobre o uso, naquele momento ainda incipiente, dos QRCodes. Uma arqueologia das mídias também aparece em reportagem de Nina Gazire, com ilustração de Guto Lacaz.

Já Angélica de Moraes cria uma genealogia de trabalhos de arte que surgem do papel, borrando os limites (ou criando novas relações) entre a imagem e a escrita a partir de obras de Edith Derdyk, Detanico e Lain ou Julio Plaza. Limites borrados também estão no editorial de moda assinado pelo artista Maurício Ianês, que relaciona as páginas brancas – esse emblema do início do processo criativo – com roupas nas quais drapeados, cortes retos e linhas ortogonais lembram a estrutura de paginação dos livros.

Ao artista Odires Mlászho, que produz fotografias e esculturas feitas a partir de livros, em um trânsito constante entre a imagem, a materialidade e a informação, a edição abre espaço na seção Portfólio. A imagem da capa, inclusive, foi elaborada por Mlászho especialmente para seLecT, recortando um retrato de Björk em uma tira espiralada de papel. A relação entre literatura e artes visuais também aparece em uma entrevista com Augusto de Campos, por Paula Alzugaray, ampliando a compreensão sobre a poesia visual, que também ganha espaço em análise de Alberto Saraiva sobre artistas alinhados a essa tradição.

Como não poderia faltar, o futuro das bibliotecas é discutido por Juliana Monachesi a partir dos projetos arquitetônicos de bibliotecas de Seattle (Central), São Paulo (Parque da Juventude), Dinamarca (Urban Mediaspace Aarhus) e Bogotá (Virgilio Barco). Além dos espaços que guardam os livros, estão em foco as transformações do mercado editorial em uma época de E-Books e PDFs, implicando discussões sobre direitos autorais das obras e dos próprios softwares, como analisa Sergio Amadeu da Silveira. Por fim, uma entrevista imaginária que Angélica de Moraes realiza com Jorge Luis Borges discute os possíveis futuros de uma biblioteca de Babel.

Para completar a investigação sobre o universo das publicações, o diretor de arte Ricardo van Steen realiza uma viagem tipográfica – utilizando na diagramação da revista desde a fonte Bodoni, criada em 1770, até a FF Network, pioneira entre as digitais.

Leia ou releia a edição #3 aqui

Capa da seLecT #3

Tags: , , ,

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.