Teatro ou game?

A peça Incubadora mistura teatro com jogos de simulação e permite que o público interaja usando seus celulares

Mariel Zasso

Publicado em: 07/03/2013

Categoria: Da Hora

O aplicativo do espetáculo está disponível em uma rede local e funciona mesmo sem internet - bssta um dispositivo com conexão wireless. (Foto: Divulgação)

Desde o dia 2 está em cartaz em São Paulo, no espaço Caçamba Cultural, o “espetáculo-jogo” INCUBADORA – Versão Final. A peça teatral tem formato inovador, e permite interatividade dos espectadores por meio de seus próprios smartphones.

O celular, vilão das salas de espetáculo, vira instrumento da cena. É através dele que o público pode interagir e interferir no desenrolar da narrativa, podendo mudar o desfecho da história de P1, P2 e P3. No enredo, as três personagens habitam um “simulador de sociedade” e representam respectivamente a ciência, a arte e a religião. Suas singularidades geram conflitos de convivência que ganham dimensões inesperadas e eles se revoltam contra o jogo para o qual foram criados. Cabe aos espectadores administrarem o “Placar de Felicidade” desta sociedade, escolhendo entre seis funções à disposição no aplicativo: confraternizar, desculpar, relaxar, brigar, humilhar e castigar.

Incubadora

O público interage escolhendo entre seis funções à disposição no aplicativo (Foto: Divulgação)

O argumento e a jogabilidade são inspirados em games de simulação, como a série The Sims, em que jogadores controlam a vida de “pessoas comuns” sem o objetivo de vencer um desafio específico ou competir contra outros usuários. A montagem é fruto da parceria de Ivan Andrade com a empresa de design QuesttoNó e com o laboratório de tecnologias interativas memeLab.

Tanto o game quanto a ferramenta de mapping fazem parte do software da Incubadora, desenvolvido em plataformas livres e com código aberto disponível no GitHub.

Serviço:

Incubadora – Versão Final

Até 21 de abril, sábados e domingos, às 19 horas

Local: Caçamba Cultural

Rua Muniz de Souza, 517 – Aclimação.

Ingressos: R$30,00

Tags: , , ,

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento: A Três Comércio de Publicações Ltda., empresa responsável pela comercialização das revistas da Três Editorial, informa aos seus consumidores que não realiza cobranças e que também não oferece o cancelamento do contrato de assinatura mediante o pagamento de qualquer valor, tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A empresa não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças.