Um James Franco para chamar de meu

redação seLecT

Publicado em: 26/02/2013

Categoria: media reader, o post do dia

Documentário sobre James Franco dirigido por Marina Abramovic é a notícia do nosso Post do Dia

R-james-franco-marina-abramovic-large570

Você estaria interessado em assistir a um filme dedicado à vida de James Franco? E se o filme fosse dirigido por ninguém menos do que Marina Abramovic? A notícia de que a artista estaria trabalhando em documentário sobre a vida do galã mais “artsy”de Hollywood bombou na web norte-americana hoje após a publicação de uma entrevista de Abramovic na revista Elle.

Confira o post sobre a novidade publicado no Huffington:

“A avó da arte da performance disse à revista Elle Magazine esta semana que ela está nos estágios iniciais da produção de um documenteario sobre James Franco, figura de Hollywood, que considera “o ator mais interessante do momento.”

A artista não deixou escapar muitos detalhes sobre o filme, mas explicou que o ator a interessa por sua capacidade em assumir riscos: “Ele quase não dorme ou tem uma vida. Ele poderia ser apenas mais um ator de Hollywood, como todos os outros”, acrescentou. “Mas ele está cruzando todos os tipos de fronteiras e nem sempre com grande sucesso. Para ele, o processo é mais importante que o resultado.”

O ator de 34 anos de idade, possui um currículo com profissões incomuns – estreou sua carreira em um seriado adolescente, é doutorando em arte contemporânea, já foi apresentador do Oscar e realizou uma performance na Bienal de Veneza.

Esta não é a primeira vez em que Franco se encontra com Abramovic. O ator apareceu no documentário de 2010, Marina Abramovic: The Artist Is Present. Podemos apenas esperar que o filme sobre James Franco se inspire em outro projeto de biográfico de Abramovic, a ópera produzida pelo diretor teatral Bob Wilson , A Vida e Morte de Marina Abramovic, a ser estrelada por Willem Dafoe.”

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.