Unânime Noite na Galeria Bolsa de Arte

Exposição coletiva abre no dia 19 de maio com mais de 30 obras que questionam os limites da linguagem e a autoria

Publicado em: 18/05/2016

Categoria: Agenda

Trabalho de Felipe Braga (Foto: Divulgação)

Um romance-exposição, em que as obras sejam capítulos que possam ser lidos de forma interdependente, na ordem criada pelo leitor. Essa estrutura foi o ponto de partida da exposição Unânime Noite, assinada pelo curador Bernardo José de Souza, em cartaz a partir de 19 de maio na Galeria Bolsa de Arte, em São Paulo. A mostra traz cerca de 30 pinturas, esculturas, textos, instalações, desenhos, fotografias e filmes de 28 artistas. O conjunto resulta num itinerário de múltiplos percursos possíveis que atravessa questionamentos sobre a autoria, a narrativa, o alcance dos sentidos e até a existência de realidades às quais não temos acesso.

O nome da exposição surgiu da primeira sentença de um conto do escritor argentino Jorge Luis Borges, As Ruínas Circulares. A influência dos romances policiais e da ficção científica e o gosto pelo não-linear nas narrativas do escritor, embaralhando autoria, também se mostra presente na exposição.

Serviço
Galeria Bolsa de Arte
Rua Mourato Coelho, 790, Pinheiros, São Paulo
De 20 de maio a 2 de julho
De segunda a sexta-feira, das 10h às 19h; sábados, das 11h às 16h
Tel.: (11) 3097 9673

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.