Vento em popa

Em palestra na SP-Arte, leiloeiros da Sotheby's afirmam: Brasil está definitivamente no radar do mercado de arte internacional

Redação

Publicado em: 03/04/2014

Categoria: Da Hora, Mercado de Arte

Tags: , , ,

Gabriela Palmieri juntou-se ao Departamento de Arte Contemporânea da Sotheby’s em 2004. Em palestra hoje na SP-Arte, a especialista afirmou: é possível que o Brasil seja, em termos de mercado de arte, the next big thing. Ela usou como argumento algumas matérias publicadas na mídia internacional.

Gabriela_body

Gabriela Palmieri, da Sotheby’s (Foto: Divulgação)

A do Financial Times, por exemplo, cita um estudo da Latitude que aponta um crescimento de 22,5% do mercado de arte brasileiro (dados de 2012, mas pode-se inferir um padrão semelhante nos anos seguintes).

A arte latino americana vai muito bem, disse Gabriela. É uma questão de tempo para que os preços cheguem ao patamar de um Damien Hirst ou um Mark Bradford (ambos da White Cube). Ao final, foi categórica: prestem atenção em Oscar Murillo (da David Zwirner, que está em “fase de testes” no mercado nacional).

Artigo anterior:
Próximo artigo:

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.